segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

GOVERNO PROMETE REAJUSTAR PISO SALARIAL DO MAGISTÉRIO E DEVE CAUSAR IMPASSE COM MUNICÍPIOS


O novo ministro da Educação, e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, declarou que vai divulgar o porcentual de reajuste do piso nacional do magistério para 2015 ainda nessa primeira semana de janeiro.
De acordo com a Lei 11.738/2008, o critério para reajuste do piso é a variação entre o valor aluno/ano dos anos iniciais do ensino fundamental urbano do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) nos dois anos anteriores. Entretanto, pela Lei, esse reajuste deve ser concedido em janeiro e os valores consolidados do Fundo somente são conhecidos em abril do ano seguinte.
Segundo o próprio Ministério da Educação (MEC), entre 2010 e 2014, o piso nacional do magistério foi corrigido em 78,63%, enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no mesmo período foi de 31,78%, sendo, pois, o ganho real do piso de 35,55%. No mesmo período, o índice de correção do salário mínimo foi de 55,69%.

PARABÉNS!


Excepcionalmente, hoje, o SINDSEMB homenageia todos os servidores filiados que completaram aniversário entre os dias 1º e 5 de janeiro de 2015, datas em que a instituição esteve em recesso.